Índice "O Propulsor"

"S"

Designação

n.º

pág

S1 – SEGURANÇA

  • - O comportamento da madeira face ao fogo

48

47

  • - Os dez mandamentos de segurança a bordo

36

47

  • - Protecção contra radiações ionizantes na gama Raios X

24

51

  • - Protecção da gente do mar

28

38

  • - A tua saúde também depende da segurança

105

25

  • - Aparelho de segurança para trabalhos da mangueira principal e hélices

31

53

  • - Condições de segurança para a operação das máquinas do leme

79

61

  • - É preciso arranjar tempo para a segurança

28

40

  • - Equipamentos contra incêndios na casa das máquinas

65

27

  • - Equipamentos eléctricos para funcionar em atmosferas inflamáveis

73

36

  • - Equipamento protector contra gases e produtos químicos

97

41

  • - Extintores

41

44

  • - Fogo no seio da água

46

39

  • - “FOULIS” e o seu alarme de nevoeiro a vapor

21

28

  • - Incêndios nas casas das máquinas e casa das caldeiras

4

5

  • - Mais vale prevenir que remediar

74

21

  • - Efeitos de exposição a produtos químicos e ruídos

107

51

  • - Segurança dos navios e facilidades de manutenção

14

21

70

23

16

37

  • - Breve estudo comparativo de dois índices de stress térmico

96

52

  • - Forte incidente com sulfureto de hidrogénio HMAS

97

39

  • - Aonde o espaço tem valor altamente excepcional

41

42

  • - Lâmpada cintilante para fins de emergência

69

48

  • - Lancha para serviço de incêndio, manobra e salvamento

38

47

  • - Regras a observar em trabalhos de encanamentos e serpentinas servidos a combustível líquido

18

35

  • - Rodoviária – campanha para diminuir o perigo na condução

26

38

72

112

47

52

54

33

  • - Prevenção de acidentes

83

41

  • - Segurança dos navios de pesca

108

118

48

11

  • - Foi aprovado o novo manual de segurança

110

63

  • - A caixa preta quem paga?

110

66

  • - Fogo mata passageiros do ferry “DA-NOSCANDINAVIA STAR”

117

120

25

38

  • - Segurança contra incêndios em navios

117

31

  • - Acidentes no mar a maioria dão-se em barcos de pesca

118

31

  • - Seminário – Segurança no mar

121

51

  • - IMO – Reclama por mares mais limpos e navios mais seguros

108

45

  • - Convenções internacionais sobre segurança marítima

113

21

  • - Cabos desenvolvidos para a marinha

115

66

  • - Pesquisa e salvamento no mar – IMO

88

29

  • - REDIFON – Sistema de rádio instalado em rebocadores de salvamento

39

44

  • - Causas que determinam acidentes em navios RO-RO

64

33

  • - Explosões em navios tanques

9

11

  • - Extracção de petróleo de navios afundados

67

12

  • - Grandes petroleiros, segurança e poluição

34

41

  • - Segurança nas praias

32

2

3

14

20

38

41

43

35

34

  • - Determinação carga CO2 nas garrafas

24

54

  • - Segurança no mar

62

33

  • - Sistema escolar de segurança e auxílio no mar

126

36

  • - Emendas de 1983, a Convenção Internacional para Salvaguarda da Vida Humana no Mar – 1974

126

45

  • - Estabilidade intacta dos navios – critério de mau tempo

126

54

  • - Tensão e cansaço no mar

126

60

  • - Vigilância nocturna: monotonia e perigo

126

63

  • - As falsas virtudes do álcool

128

65

  • - Acidentes marítimos

129

47

  • - Porque naufragam tantos navios de carga

131

28

  • - Controlo de propagação de gases em incêndios a bordo

132

50

  • - Os malefícios do amianto

132

53

  • - Os grandes problemas a resolver

133

17

  • - Protecção de cablagem (diferença entre segurança e catástrofe)

135

32

  • - Segurança na unidade industrial

135

45

  • - Acidentes em Petroleiros e Bulcarriers

135

136

54

55

  • - Desenfumagem

136

137

23

47

  • - Halon: O presente e o futuro

136

37

  • - Incidentes em graneleiros

136

44

  • - Os erros Humanos são a principal causa dos sinistros marítimos

136

50

  • - Segurança em navios petroleiros

137

9

  • - Mistura de gases naturais como alternativa ao emprego de Halon

137

51

  • - Higiene e segurança na empresa

139

24

  • - Halon – Sucedem-se as alternativas ao seu emprego

139

38

  • - Estudo evolutivo das bombas contra incêndio a bordo dos navios

139

49

  • - Desde há 14 anos, 1992 foi o ano em que menos mortos houve no mar

139

55

  • - Segurança contra o afundamento – Navios de passageiros

140

7

  • - respondedor de radar de localização de sinistros (Busca e Salvamento)

140

47

  • - Optimização do controlo de risco

141

49

  • - São seguros os nossos hotéis

145

21

  • - É possível aumentar a segurança do navio

145

47

  • - Sistema de protecção contra incêndios (instalações de climatização)

147

7

  • - Retrocesso de chama

148

53

  • - Sensibilização da segurança no trabalho

149

39

  • - Prevenção de riscos de reparação de navios tanques

150

24

  • - Estratégia preventiva da sinistralidade

150

52

  • - Protecção contra incêndios e salvamento no mar

151

43

  • - Segurança dos graneleiros

155

12

  • - Segurança marítima

156

22

  • - Revisão do conceito de segurança

158

39

  • - Um vigilante de alta tecnologia “Supervisionar os Mares”

162

51

  • - Intensificação das inspecções para eliminar os navios com baixo nível de segurança

174

43

  • - O acidente com os navios porta-contentores

175

14

  • - Medidas para melhorar a segurança na Industria Marítima

178

46

  • - Edell – Um novo sistema para o lançamento de salva-vidas dos navios de passageiros

178

56

  • - Intenso começo para as equipas de salvamento SMIT 182 45
182 45
  • - FM 200, sistema contra incêndios respeitador do meio ambiente 182 47
182 47
  • - A IMO revê a segurança nos grandes navios de passageiros 186 54
186 54

 

 

 

S2 – SAÚDE

  • - Problemas pelo uso dos óleos combustíveis

105

111

112

17

20

50

  • - Programas de medicina marítima

86

33

  • - Paz interior – alimentação racional

31

56

  • - Comprimidos de sal para combater a fadiga

8

23

  • - STRESS do homem do mar

107

56

  • - ANDROPAUSA – pode o homem atravessar

19

23

  • - Avião de propulsão humana

50

33

  • - Treino para combater o STRESS

111

54

  • - MAC-NET – Rede de centros de atendimento médico em Portugal

114

22

  • - Vibrações e ruídos – causas de doenças profissionais

114

48

  • - Riscos de saúde estudados na casa das máquinas

105

21

  • - Campanha de vacinação contra o sarampo

15

48

  • - Condições de trabalho

101

102

103

41

57

41

  • - O tabagismo entre os Marítimos Profissionais

128

28

  • - Controvérsias... com ou sem tabaco

130

37

  • - Conferência Mundial sobre tabaco e saúde

133

11

  • - Desgaste psíquico na Empresa

135

23

  • - Perigos para a saúde derivados do fuel-oil

135

50

  • - Doenças pulmonares ocupacionais por poeiras minerais e orgânicas

150

42

 

 

 

S3 – SOLDADURA / CORTE

  • - Feixe de electrões: A solução para soldadura de precisão

155

29

  • - Como seleccionar equipamento de soldadura por arco eléctrico

157

23

  • - Compri-laser produto do ano

139

55

  • - Processo de corte a plasma

150

6

  • - Progresso no jacto de água para corte

152

9

  • - A tecnologia do jacto de água

155

51

  • - O corte por jacto de água

157

159

7

25

  • - O novo sistema de corte por jacto de água ABBI-R aceita desafio de corte por laser

161

35

"T"

Designação

n.º

pág

T1 – TRANSPORTES MARÍTIMOS

 

  • - Crise actual e o respeito para o futuro

97

99

24

16

  • - Transporte por mar de hidrogénio líquido LH2

141

19

 

 

 

T2 - TRIPULAÇÃO

 

  • - Crise de tripulações sobre controlo

120

50

  • - Associação de armadores suecos organiza estudo sobre operação e lotação de navios

99

37

  • - Capital humano - desperdício

9

30

  • - Casa das máquinas sem pessoal

5

5

  • - Retorno à simplicidade de casa das máquinas

76

18

  • - Mão de obra marítima – problemas, causas, possíveis soluções

10

21

  • - Lugar do chefe de máquinas a bordo de navios automáticos

25

18

  • - Marinheiro, navio e suas loucuras

85

31

  • - Navio do futuro só tem doze tripulantes

16

32

  • - Conferência sobre futuro tripulação e optimização de energia

99

16

  • - Polivalencia

5

21

  • - Condições de trabalho

101

41

  • - Tripulação livre de cansaço (as propostas da ITF)

128

22

  • - A problemática das tripulações sub-standard dos países de Leste

159

34

  • - Transporte de metano
187 53

 

 

 

T3 - TURBINAS

  • - A Gás – Eléctrica e a Gás em circuito fechado

30

31

42

43

63

46

8

27

18

26

  • - A Gás para liquefação de gases

68

50

  • - A gás emulsão de água e combustível em câmaras de combustão

73

50

  • - A gás novas ligas metálicas para alta temperatura

3

23

  • - Hidráulica Francis para desnível de 734 m

70

50

  • - Turbinas hidráulicas estandardizadas

69

45

  • - Turbinas hidráulicas

58

33

  • - “KAPLAN” para novas centrais hidroeléctricas

74

56

  • - A vapor e a sua lubrificação

29

30

11

8

  • - A vapor com novo tipo de reaquecimento

40

50

  • - “PELTON” Escher Wiss – fornece a maior instalação

67

46

  • - UR – 300 experiência de funcionamento

28

8

  • - A Gás SULZER G3 – produção combinada de electricidade e vapor ajuda a economia de combustível

59

38

  • - A Gás em circuito fechado

31

8

  • - A Gás de alto rendimento

60

47

  • - Caracterização de turbinas hidráulicas

139

20

  • - “Ferry-boats” rápidos estimulam o potencial das turbinas a gás

159

27

  • - As turbinas a gás entram num mercado comercial mais vasto

161

38

  • - Turbinas a gás

173

50

  • - Incompetência profissional

175

30

  • - Entrada inesperada das turbinas a gás

176

29

  • - Turbina a gás para ferries rápidos

178

41

  • - Turbinas a gás da Rolls Royce
185 54

SOEMMM - Todos os direitos Reservados.