Índice "O Propulsor"

"M"

Designação

n.º

pág

M1 – MANUTENÇÃO

 

  • - Importância da manutenção hoje

94

47

  • - Condicionada e vibrometria

99

54

  • - De navios, conceitos, políticas e técnicas

87

20

  • - Bucha de fixação paralela, substitui montagem de chaveta e escatel

31

38

  • - De motores Sulzer tipo RTA “Filmes – Vídeo”

97

38

  • - Controlo de funcionamento que protege as máquinas e economiza

76

49

  • - Custos reduzidos com ferramentas para recondicionamento a bordo

32

26

  • - Lançamento mundial de produtos SKF STEEL

83

47

  • - Limpeza química dos motores

18

32

  • - Limpeza “TURBOCLEAN” do turbo – compressor do motor diesel

7

9

  • - Formação de lamas nos sistemas

27

23

  • - Novo indicador de vibrações

85

35

  • - Novo instrumento de medição para turbo – compressores

81

51

  • - Pasta dura como aço

8

19

  • - Processos de prolongar a fiabilidade dos equipamentos industriais

79

80

58

42

  • - Situação grave bem resolvida

78

61

  • - Técnicas da manutenção condicionada

88

89

90

12

29

51

  • - Metais revestidos de camadas diferentes

10

30

  • - Metalúrgica industrial siderúrgica no ensaio de fadiga

27

22

  • - Desgaste do ferro fundido

26

10

  • - Novo debitómetro eléctrico de comutação dupla

77

53

  • - Tempo de soldagem reduzido a um quarto

48

43

  • - DULOP lança uma nova gama de mangueiras flexíveis

54

43

  • - Primeiro simulador do mundo de manobras de navios

14

11

  • - Reparação das chapas dos navios

32

5

  • - Corte de metais por plasma de ar

98

54

  • - Controlador de viscosidade funciona economicamente em fluxos elevados

101

6

  • - Algas de plástico resolvem um problema

14

21

  • - Economia com produtos de limpeza para uso da Marinha

80

49

  • - Atlas “DANMARK” conceitos

87

88

89

10

41

9

  • - AIRETOOL – Controlo de expansão de tubos

53

26

  • - Alternadores – associação em paralelo

49

19

  • - Medidas de fenómenos acústicos por intermédio do reflector côncavo

41

40

  • - Banco de provas “HARTRIDGE” para trabalhos pesados

37

46

  • - Apoio à melhoria da qualidade

86

59

  • - Novo tipo de juntas “VITON” oferece maior resistência à degradação

67

49

  • - Juntas de Plyester “Mylar” permitem respeitar as tolerâncias

59

36

  • - Manutenção de máquinas

111

58

  • - TECMA 90 – Salão das Tecnologias, equipamentos e componentes para a indústria

117

62

  • - Teste ultra sónico de estanquicidade das tampas das escotilhas dos porões

118

34

  • - Metais anti – fricção e os seus usos

118

37

  • - BOLIDT introduz um novo sistema de acabamento de solos para pavimentos de navios

119

65

  • - Um só transmissor para todas as gamas de temperaturas

120

37

  • - A manutenção e a qualidade

121

52

  • - Fibras ópticas será um fim para evitar a desmontagem de maquinaria

72

32

  • - galvanização a frio pelo processo “METALLOGAR PUR”

73

51

  • - Permutadores de calor regenerativos

46

16

  • - Breves considerações sobre rolamentos

74

40

  • - Revestimentos com plasma pulverizado

102

24

  • - Rugosimetro para medir chapas do costado

40

51

  • - Receptores acústicos para detecção de deformações e fracturas em elementos metálicos

6

23

  • - ROBOTS industriais

97

9

  • - Serpentinas especiais para aquecimento de tanques de óleo

24

19

  • - Tampões VCC para depósitos de combustível

74

60

  • - Indicador de posição aberta – fechada para válvulas manuais

41

37

  • - Ligas metálicas

3

23

  • - Transformadores de soldadura (móveis)

50

37

  • - Soldadura topo a topo (tubos de aço)

70

52

  • - Manutenção associada a projectos...

99

46

  • - Manutenção Industrial

129

130

10

10

  • - Algumas considerações sobre manutenção industrial

129

12

  • - Uso correcto dos equipamentos de electroerosão

129

17

  • - Serviços técnicos de manutenção

130

53

  • - Da terotecnologia à manutenção hoteleira

144

25

  • - Interacção aço / pintura na manutenção de superfícies expostas na atmosfera

145

36

  • - Controlo de desgaste das escovas em máquinas eléctricas rotativas

145

44

  • - Manutenção preventiva, metodologia de implantação

146

18

  • - Utilização de pré – tratamento de superfícies de aço com base em aço fosfórico

146

28

  • - Evolução tecnológica dos novos materiais

146

147

40

17

  • - Optimização na manutenção em épocas de crise

146

48

  • - Análise de propostas de fornecimento de equipamentos

147

36

  • - Normalização da manutenção na CEE

148

49

  • - Canetas da SKF para medição de vibrações

152

11

  • - A aculturação das técnicas (TPM manutenção produtiva total)

152

55

  • - Manutenção industrial que futuro?

153

9

  • - Tectos arrefecidos para cabeças quentes

153

38

  • - Apta para atingir o objectivo?

153

47

  • - Pulverização térmica para aplicação em manutenção e reparação

154

7

  • - Regras básicas para o orçamento previsional de manutenção hoteleira

154

20

  • - Confundindo uma industria

155

16

  • - Novas técnicas e procedimentos na engenharia das superfícies

156

49

  • - Avaliação económica de políticas alternativas

158

7

  • - Os avanços tecnológicos aplicados à gestão da frota

163

19

  • - Quando a avaria surge

164

28

  • - A limpeza a seco supera a húmida, “Turbo – sobrealimentadores”

164

37

  • - Soluções para as caixas de suporte das chumaceiras de apoio

169

52

  • - Reparações de metalock
188 55

 

 

 

M2 – MÁQUINAS

  • - Vigilância de maquinaria rotativa por análise de vibrações

40

10

  • - Futuro das máquinas marítimas

48

16

  • - Mecanismo de vedação do aro do êmbolo

77

78

79

80

81

82

41

24

24

19

10

10

  • - Métodos possíveis de melhorar a eficiência térmica global

57

33

  • - Modulação Matemática Estruturada

133

41

  • - Aplicações do torsómetro no diagnóstico da propulsão marítima

136

9

  • - Método de controlo contínuo de desalinhamento de veios

157

23

 

 

 

M3 – MARINHAS

 

  • - As duas Marinhas

82

60

  • - Democratização e a frota norueguesa

37

18

  • - Considerações sobre a Marinha Mercante

100

36

  • - Futuro a longo prazo

25

10

  • - Clarificando os meios de quartos de serviços automatizados

98

47

  • - Mercado de fretes

100

26

  • - Mercado segurador em Portugal

100

108

  • - Encontro Técnico

10

35

  • - Treino de tripulação M. M. Soviética

24

40

  • - Sistema de educação M. M. Soviética

24

25

  • - Situação e política da M. M. Nacional

100

22

  • - Romper com o passado

100

54

  • - O Governo procede a alterações do sector

112

34

  • - O tempo não perdoa

9

29

 

 

 

M4 – MEDICINA NO TRABALHO

  • - Primeiros socorros nos casos de suspeita de fractura da coluna vertebral

7

8

28

23

  • - Ressuscitação cardíaca – respiratória

11

12

35

31

  • - Intoxicação aguda pelo gás amoníaco

14

36

  • - Queimaduras por ácidos e alcalis

23

32

  • - O leite verdadeiro ANTÍDOTO nos acidentes de viação

24

47

  • - O primeiro ruído

36

44

  • - Servir as marinhas mercantes

37

51

  • - Uma crença errada: O LEITE COMO ANTÍDOTO

38

53

  • - Auto – medicação – Inconvenientes e perigos

51

52

  • - A telemedicina ao serviço dos inscritos marítimos

118

21

  • - Medicina pela rádio, pelo CIRM e de primeiros socorros

21

40

42

52

  • - Os inconvenientes do futuro do tabaco

59

48

  • - O problema da assistência médica a bordo dos navios de carga

71

50

  • - Serviço de Cardiologia pelo telefone a bordo dos navios da Marinha Mercante

88

55

  • - Helicópteros – serviço de evacuação no mar

44

39

  • - Resumo e conclusões do Congresso Internacional

132

51

  • - O homem sentado no trabalho – Teoria e Prática

143

9

  • - A surdez como doença profissional

164

17

  • - Cirurgia de invasão mínima “redução da intervenção”

164

22

 

 

 

M5 – MOTORES

  • - Batalha entre motores de média e baixa velocidade

104

58

  • - Análise de tensões na tampa de um cilindro

68

17

  • - Quando devem ser substituídos os aros dos êmbolos

53

10

  • - Concepção e funcionamento do sistema electrónico de injecção

58

42

  • - Motores desenvolvimento

96

21

  • - Pormenores a fornecer

86

37

  • - Alternativa ao Motor Diesel para propulsão marítima

73

21

  • - Análise das causas de desgaste dos cilindros

82

83

92

15

10

44

  • - Cálculo de comportamento do funcionamento “Lavagem Equi-constante” Motor Diesel de dois tempos

95

21

  • - Analisador para medir eficiência do Motor Diesel

41

41

  • - Centrais flutuantes Diesel Eléctricas

59

34

  • - Comando à distância

24

44

  • - Construção no Brasil de grandes Motores

41

39

  • - Novo sistema de inserção de caixa de aros de êmbolos

18

31

  • - Benefícios da inspecção GEMA

106

67

  • - Inspecção comandada electronicamente melhora o rendimento

55

37

  • - Comportamento do Motor Diesel a dois tempos

17

18

20

21

22

19

26

10

10

15

  • - Novo Motor arrefecido a água de baixo perfil para propulsão marítima

36

41

  • - Sistema de tratamento ULTRASÓNICO do Fuel – Óleo

76

53

  • - Recuperação de calor perdido em Motor Diesel nos grandes navios

31

16

  • - Sistema de controlo de desgastes nos motores Diesel “SIPMA”

54

53

  • - Equipado com SIPWA destinado a detectar desgaste anormal dos aros de êmbolos dos motores diesel RTA

91

63

  • - Sistema de diagnóstico

44

17

  • - Válvula de corte para evitar excessivas acelerações no motor diesel

37

48

  • - Visualização do fluxo de ar de um cilindro

54

16

  • - Novo sistema de ignição insensível à humidade no motor OTTOS

4

23

  • - Carcaça fabricada com plástico reforçado em motor foguete

29

23

  • - Desenvolvimento com queima a gás no motor RTA

97

35

  • - Motor diesel – gás marítimo para transportador norueguês de gás liquefeito

22

26

  • - Aviação a jacto com injecção de água purificada

38

44

  • - Reacção de fusão nuclear para investigação da fusão nuclear a baixa temperatura

45

27

  • - Motor fora de bordo SEA TRACTOR 40 MKL

64

38

  • - Reacção sem turbina um incentivo aos novos Eng. Maquinistas

59

14

  • - AC/DC controlo de velocidade pelo sistema multiprocessadores

54

44

  • - Controlo remoto pneumático

17

18

13

13

  • - Progresso dos êmbolos dos motores diesel

103

104

57

46

  • - ABC dos motores passo a passo

53

54

21

27

  • - Motores diesel em atmosferas inflamáveis

13

22

  • - Motor Sulzer Z-40 superou finalmente as extremas dificuldades no Ártico

60

46

  • - Um novo motor de funcionamento ORBITAL “SARICH”

21

35

  • - Motor SULZER RTA de curso super longo de baixa velocidade

71

43

  • - Motor SULZER RTA para poupar ainda mais combustível

66

10

  • - Motores duplos a diesel em lanchas para pilotos

48

40

  • - A escolha do motor

110

25

  • - Combinações de motores “Pai e Filho” para óptima economia e flexibilidade máxima

110

37

  • - Mais potência e novos modelos em 1988

110

49

  • - PRESS RELEASE – Motor Sulzer para Ferry Belga

114

64

  • - Motor Sulzer S 20 firmemente estabelecido

120

55

  • - Motores geradores accionados pelo veio intermédio

122

42

  • - Dinamómetro hidráulico para ensaios de motores diesel

87

49

  • - O primeiro motor diesel

7

6

  • - O motor “Stirling”

63

10

  • - Motor SULZER (encontro de compradores)

73

38

  • - Inovação de motores lentos

46

85

86

34

15

27

  • - Ensaios de banco de um motor de 4 cilindros

124

54

  • - Aplicações navais de motor STIRLING

125

14

  • - Motores diesel SULZER no Pólo Norte

125

66

  • - Comparador de temperatura de gases de escape

130

42

  • - Control digital da velocidade de um motor de corrente contínua associado a um gerador de corrente

134

38

  • - Sistema automático controlado dos diagramas de pressão do motor principal

138

10

  • - Projecto de uma máquina para que os navios naveguem em calmaria e contra a maré

138

45

  • - Nova técnica de sobrealimentação para motores de média velocidade

138

51

  • - O maior motor do mundo construído em ASEA MANISES

139

36

  • - Motor de alta velocidade

177

42

  • - Motores da SULZER com fendas

178

50

  • - Motor BAZAN – MAN B&W tipo 20/27

151

13

  • - Novos tipos de motores da SULZER

155

26

  • - Motor diesel de dois tempos e duplo efeito como meio de propulsão dos grandes navios

155

38

  • - Origem, evolução e desenvolvimento do motor diesel (1892-1945)

156

27

  • - Os novos motores diesel marítimos SKL

159

16

  • - Motores diesel electrónicos, o futuro do diesel

159

46

  • - Versões mais compactas dos motores lentos SULZER

160

18

  • - Wartsila cria uma companhia “joint venture” no Japão

162

53

  • - Notícias relativas à propulsão Diesel

170

54

  • - Nova geração de instalações propulsoras com motores diesel a 2 tempos

174

49

  • - Perspectivas para o "motor inteligente" da MAN & BW
182 36
  • - A amplificação do impulso "Adiciona outro cilindro"
182 53
  • - Motor "sem fumo"
183 30
  • - Evolução do motor ecológico
185 19
  • - Motores empregando combustível emulsionado com água
186 36

 

 

 

M6 – MATERIAIS

  • - Aplicação de gás na soldadura lazer

56

25

  • - O potencial de cerâmica

105

60

  • - Ligas metálicas

3

23

  • - Produtos cerâmicos (construção de motores)

90

64

  • - A maioridade dos materiais compostos

148

9

SOEMMM - Todos os direitos Reservados.