Índice "O Propulsor"

"G"

Designação

n.º

pág

G1 – GESTÃO

  • - De aprovisionamento

84

91

40

23

  • - De manutenção dentro dum sistema integrado

70

18

  • - Automatização dos materiais técnicos

52

17

  • - De navios

23

25

10

26

  • - De peças sobressalentes a bordo do navio

24

15

  • - Algumas noções de Estatísticas

83

37

  • - Sobressalentes de reserva

89

57

  • - Os avanços tecnológicos aplicados à gestão da manutenção de frotas

120

42

  • - A promoção e o Marketing no mercado de navios

131

29

  • - O chefe X o Líder

145

55

  • - Produtividade na Empresa

148

31

  • - A certificação dos recursos humanos

151

19

 

 

 

G2 – GÁS INERTE

  • - Investigação, instalação, treino para uso e condução

6

38

44

45

51

31

18

33

20

24

  • - Sistema para navios tanques

5

49

28

25

  • - Quais as vantagens conseguidas com os sistemas de gás inerte

22

33

  • - Gás de propulsão

178

47

 

 

 

G3 – GOTEMBURG

  • - Suécia – Um centro mundial de investigação e tecnologia marítima

63

33

 

 

 

G4 – GUINDASTES / GRUAS

 

 

  • - Guindaste gigante a bordo de navio para trabalhos de salvamento

1

11

  • - Grua portuária de um só braço

74

57

"H"

Designação

n.º

pág

H1 – HÉLICES

  • - Anticavitante “TVF”

105

51

  • - De aço inoxidável

54

51

  • - De passo variável

2

5

  • - De passo variável para navios mercantes e de guerra

68

72

49

48

  • - Acoplamento do eixo do Hélice Removível

24

43

  • - Montagem facilitada e manutenção

1

3

94

11

5

59

  • - Bucim “Simplex – Compact”

32

33

  • - História e os primeiros

62

106

10

61

  • - Instalação de alhetas nos capacetes do cubo

106

51

  • - O maior do mundo

57

44

  • - Estudo hidrodinâmico

39

21

  • - Reparações e conservação

12

59

29

17

  • - TV submersa para testar hélices

37

50

  • - Relatório técnico da LIPS sobre manutenção e reparação da erosão por cavitação, irregularidades e rendimento

101

23

  • - Estima da espessura da pá

111

35

  • - Nakashima Propeller é o maior fornecedor para o mercado doméstico

113

57

  • - De pás orientáveis usadas na propulsão dos navios

109

25

  • - Vantagens da propulsão por hélice de passo variável

40

38

  • - Novo hélice propulsor de bronze manganés de passo controlado da “STONE”

26

38

  • - Progressos do estado actual da técnica de hélices marítimos

125

126

30

25

  • - A substituição de hélices permite melhorar o rendimento

131

13

  • - Instalado com êxito um hélice CLT no navio “NOVICON”

160

13

  • - Manutenção dos hélices de bronze

172

37

  • - Progresso dos hélices CLT

174

53

"I"

Designação

n.º

pág

I1 – ILUMINAÇÃO MODERNA

 

  • - Por tubos luminescentes e fluorescentes

89

91

94

73

9

9

 

 

 

I2 – INCRUSTAÇÕES NO CASCO

 

  • - Chapas de cobre para evitar incrustações no casco

73

45

  • - Novo sistema de protecção anti - incrustante

172

34

 

 

 

I3 – INDÚSTRIA NAVAL

 

  • - Considerações sobre os princípios básicos da produção

1

2

3

4

5

27

15

10

  • - Modernização da indústria naval

103

36

  • - Ambulância marítima que tira partido das vantagens de elementos leves e resistentes

75

47

  • - Normalização na indústria naval

99

11

 

 

 

I4 – INDÚSTRIAL NEWS SERVICE – INS

  • - Terceira geração do receptor Navtex para marinheiros profissionais ESTOCOLMO (INS)

93

94

67

49

  • - Dados de mediação do BEA – 52 processados por computador

97

22

 

 

 

I5 – INFORMÁTICA

 

  • - Definição de alguns termos

54

55

56

31

27

28

 

 

 

I6 – INSTALAÇÕES

 

  • - PETROQUIMICA – Montadas em barcaças para produção de metanol em mar aberto

58

35

  • - Propulsoras energeticamente optimizadas

93

95

28

9

  • - Eléctricas, factores condicionantes das instalações e geradores para embarcações

67

35

  • - Conversões de instalações de vapor para diesel

60

34

 

 

 

I7 – INSTITUTO OF MARINE ENGINEERS

  • - PRESS RELEASE – The institute of marine engineers and the royal navy antecedents

111

64

 

 

 

SOEMMM - Todos os direitos Reservados.