Índice "O Propulsor"

"B"

Designação

pág

B1 – BOMBAS

 

 

  • - Novo tipo de BOMBA ROTATIVA DE ALTA PRESSÃO

38

44

  • - Bomba de duplo diafragma movida a AR

57

17

  • - Sistema de Propulsão por jacto de ÁGUA

32

33

46

8

  • - Bomba de água movida por energia solar

27

20

  • - Bomba marítima impulsionada “AUTO – ASPIRANTE”

65

40

  • - Bombas de Porão de baixo preço

62

43

  • - Bomba SULZER para central “HIDROELÉCTRICA”

71

41

  • - Sistema de vácuo SIHI para ferragem de Bombas Centrífugas de Navios

124

58

  • - Bombas para óleos e naftas

167

34

  • - Possível graças à força magnética

175

7

"C"

Designação

n.º

pág

C1 – CALDEIRAS

 

 

  • - Recuperação de calor

61

18

  • - Produção de vapor por geradores de serpentinas húmidas

101

62

  • - Rendimento de uma Caldeira

59

13

  • - Base científica de tratamento orgânico de águas das caldeiras

42

10

  • - Limpeza química

105

106

107

67

18

17

  • - Novo conceito de leito fluidizado

91

35

  • - Tratamento de caldeiras marítimas aquitubulares da alta – pressão

1

2

3

4

5

6

35

36

39

8

7

19

34

9

13

8

8

14

  • - Visão prática da evolução e incremento da eficiência

51

52

107

10

10

25

  • - Corrosão a alta – temperatura por gases de combustão do Fuel

114

49

  • - Variações termodinâmicas sobre aplicações das caldeiras de gases de evacuações

115

37

  • - Uso racional de caldeiras que utilizam combustíveis líquidos

120

16

  • - Controlo da corrosão por aditivação do fuelóleo (I e II partes)

139

140

9

29

  • - O uso industrial do vapor de água

150

50

 

 

 

C2 – CARGA / DESCARGA

 

 

  • - Novo sistema “HOVERLIGHTER”

42

46

  • - Novo sistema controlo electrónico de turbinas das bombas para tanques de óleo

34

34

  • - Princípios da Estiva da Carga Geral

15

16

27

21

  • - O disco de PLIMSOLL – Limite de carga

108

35

  • - Novo PORTICO – ROLANTE para carga descarga de Contentores

57

45

  • - Evolução da carga – geral

10

11

11

11

  • - Contentores (serviço a granel)

69

42

  • - Contentores desdobráveis

73

46

  • - Sistema para medir com exactidão o peso e distribuição de cargas de minério pesado

177

53

 

 

 

C3 – CASCO

 

 

  • - Investigações preliminares para desenvolvimento dum sistema de inspecção

23

20

  • - Os inimigos do casco

1

2

3

38

29

9

  • - Protegendo – cresce a solicitação de preparação para pinturas

150

19

  • - Plataforma portátil facilita a limpeza e manutenção do casco do navio

128

49

  • - Protecção catódica

156

46

  • - Tratamentos usados na reparação de navios “Normativa Meio Ambiental”

159

7

  • - Preparação de superfícies

167

29

 

 

 

C4 - CAVITAÇÃO

 

 

  • - Breves notas sobre “Erosão por Cavitação”

84

42

 

 

 

C5 – CHUMACEIRAS / CAIXAS DE ENGRENAGENS

 

 

  • - Diagnóstico de avarias em chumaceiras de máquinas marítimas

15

11

  • - Instrumentos para observação de chumaceiras

23

36

  • - Material de chumaceiras fabricado no Canadá

57

25

  • - Medidor de impulso referente à medição de chumaceiras

105

26

  • - Plástico “RAILKO WA 80W” substitui o metal branco nas chumaceiras

31

35

  • - Diagnóstico de avarias

15

11

  • - Chumaceiras dos veios de manivelas de Máquinas de velocidade média

38

39

23

36

  • - Unidades de accionamento que funcionam sem contacto

159

30

  • - Transição nas transmissões

176

40

 

 

 

C6 – CÓDIGO IMO / ISM

 

 

  • - Comentários sobre alguns códigos

102

13

  • - O “ESTÓNIA” um ano depois (acordos conseguidos pelo Grupo de Peritos da IMO na Conferência Internacional)

154

39

  • - Modo como a tecnologia de informação (IT) contribui para o seu cumprimento

160

52

 

 

 

C7 – COMBUSTÍVEL

 

 

  • - Uma abordagem à economia de combustível

82

30

  • - A SULZER intensifica a economia de combustível

89

48

  • - Economia de combustível, um problema de momento

67

52

  • - Conheça o seu combustível

88

96

38

30

  • - Gastos com combustíveis

96

102

40

32

  • - Influência da rugosidade no consumo de combustível no navio

96

97

98

58

42

56

  • - Misturador para grupos electrogéneos

95

15

  • - Bolbo de popa para economia de combustível

80

57

  • - Emulsões binárias de Combustível – Água estáveis

77

27

  • - Medidor “THORMTON” de impulso e “FORQUE”

48

10

  • - Aquecimento rápido de metais

30

44

  • - Carvão combustível para turbinas a gás

10

30

  • - Carvão liquefeito como combustível do futuro

31

37

  • - Lama de carvão substituto para óleo?

64

64

36

42

  • - Mundo do petróleo

6

24

  • - Redução de consumo

77

83

35

40

  • - Tratamento de Fuel – Óleo com contagem de partículas

101

13

  • - Uso crescente de petróleo na Indústria do Ferro e Aço

30

45

  • - Combustível e fricção

1

31

  • - O primeiro navio propulsionado a carvão

72

31

  • - WARTSILA pretende estar à altura com qualquer qualidade de combustível

107

49

  • - Combustível e lubrificantes para navios

100

89

  • - O futuro dos combustíveis na Marinha

22

57

8

23

  • - Tratamento dos combustíveis marítimos

84

25

  • - Problemas de conversão dos combustíveis

63

51

  • - Residuais do motor diesel a quatro tempos

83

20

  • - Aditivo destinado a anular a corrosão das válvulas de evacuação

46

10

  • - Noções básicas da prospecção petrolífera

67

14

  • - Plataforma de perfuração semi – submersível

23

35

  • - O mar como combustível

74

38

  • - FUEL ÓLEO de baixa qualidade, sua apreciação e condução

111

38

  • - Progresso na tecnologia de filtração

111

45

  • - Algumas considerações no projecto da instalação de um sistema de limpeza de combustível de baixa qualidade

112

17

  • - ALCAP – Sistema de separação “FOPX” para combustíveis pesados

113

114

115

116

117

45

37

16

16

26

  • - Comparação entre análises O2 e CO2 de combustíveis para conseguir a máxima eficiência de combustão

116

45

  • - Instabilidade e o preço do petróleo

119

41

  • - Modelação total do navio economiza combustível

119

43

  • - Com os preços do petróleo subindo, operadores de navios, investem na investigação de potência integrada e recuperação de calor

119

55

  • - O consumo de combustível numa empresa de navegação

121

35

  • - Veículo eléctrico experimental accionado por células de combustível

30

43

  • - Diminuição do consumo de combustível nos grandes motores diesel

83

40

  • - Sistema automático “VIT” na economia combustível no motor SULZER RLA 90

59

39

  • - Queima de combustível emulsionado nos motores diesel de media velocidade

80

33

  • - Diesel ZA – 40 apto a queimar combustível de baixa qualidade

79

47

  • - Injecção variável economiza combustível e melhora rendimento

108

25

  • - Redução de velocidade e economia de combustível em navios tanques

32

25

  • - Transportadores de lamas de petróleo e carvão “Novo tipo de combustível”

68

52

  • - O tratamento de Fuel – Oil pesado

107

40

  • - Campanha “poupe combustível”

25

51

  • - Prospecção de petróleo (1ª plataforma de betão)

33

39

  • - Consumo face à velocidade

77

49

  • - Preço e qualidade dos combustíveis líquidos

90

29

  • - Gastos de combustível (incidência nos custos de produção)

98

16

  • - Acordo sobre os limites das emissões nocivas de enxofre

163

51

  • - Carregamento de gás natural economicamente compatível

167

22

  • - A BP – Mobil nos Açores

174

34

  • - Controlo da viscosidade

174

45

  • - Queimando gás natural

175

35

  • - Terminal gás liquefeito (Sines)

178

32

  • - Utilização de gás para propulsionar ferries

178

47

  • - A Rússia empreende um programa para introduzir o seu crude no mercado

178

50

 

 

 

C8 – COMEMORAÇÕES

 

 

  • - O dia mundial do mar

112

31

 

 

 

C9 – COMPUTADOR

 

 

  • - Nova ferramenta a bordo dos navios mercantes

85

98

99

10

38

59

  • - Controlo de força de robots manipuladores

178

179

18

19

 

 

 

C10 – COMPRESSORES

 

 

  • - De êmbolos, substituído por compressor de parafuso

35

42

80

20

20

46

  • - Axiais para testar máquinas a jacto

48

46

  • - De ar – SULLAIR – apresenta o maior revolucionário

74

54

  • - De êmbolo de elevada ALTA – PRESSÃO para ETILENE

51

18

  • - Radial para enriquecimento de urânio pelo processo de turbina separadora

52

36

  • - Compressão de Oxigénio a alta pressão sem perigo

176

32

 

 

 

C11 – CONSTRUÇÃO NAVAL

 

 

  • - Estação de experiências, hidrodinâmicas

17

18

34

45

  • - Encomendas Mundiais

107

68

  • - Técnicas “ANTI – STRANDING SONAR SYSTEM”

10

31

  • - Potência, velocidade e preço de combustível

86

88

46

9

  • - Construção e reparação

75

21

  • - Construção casco completo (Lisnave)

 

26

  • - Construção naval em recuperação

62

33

  • - Módulos de acomodação

72

53

  • - Normalização na construção naval

106

53

  • - Construção ecológica, “Navios Verdes”

150

9

  • - Evolução da tecnologia de construção naval

154

26

  • - Um projecto de alta velocidade para construções em aço e motores Diesel

175

26

  • - Nova geração de navios de carga combinada Optimum 2000 TCC

175

31

  • - Análise de um sistema desenvolvido pelos estaleiros “Mayer Werft”

175

43

  • - A construção naval Asiática

177

37

  • - Um novo tipo de Ferry

177

52

  • - Futuro incerto

177

55

 

 

 

C12 – CENTRO CULTURAL DOS OFICIAIS E ENGº M M MERCANTE

 

 

  • - Actividades de formação

2

3

6

7

8

9

10

12

19

20

26

27

29

32

13

44

43

35

30

32

37

37

34

38

41

35

27

40

  • - Actos de reconhecimento:

 

 

  • - À Dª Maria Remédios Agapito 1.3.77

37

53

  • - Ao Sr. Jorge Manuel Reis Canha 18.4.77

38

40

  • - Ao Sr. Dr. Joaquim Gonçalves Ferro

81

55

  • - Ao Engº Fernando Galveia

149

55

  • - Ao Engº Doutor Joaquim Infante Barbosa

155

50

  • - Ao Engº Jorge Manuel Santos Almeida

143

52

  • - Retratos de colegas:

 

 

  • - Engº Rui Assis

157

20

  • - Engº Teotónio França Morte

159

23

  • - Engº Doutor Manuel Afonso da Fonte

166

56

  • - BIBLIOTECA: Livros e revistas existentes no C. Cultural

1

2

3

9

11

49

51

56

74

36

38

39

38

39

42

23

51

52

  • - Amigos da Biblioteca

152

155

8

8

  • - Os rastos da História

165

4

  • - O Homem e o Livro

167

33

  • - Ciclo de colóquios:

 

 

  • - 1º Colóquio – Qualificação de funções

1

13

  • - 2º Colóquio – Organização de empresas

1

15

  • - 3º Colóquio – Gestão de pessoal

1

16

  • - 4º Colóquio – O comando do pessoal

2

17

  • - 5º Colóquio – A organização e a gestão industrial

3

4

5

47

38

38

  • - 6º Colóquio – Corrosão

7

36

  • - 7º Colóquio – Segurança a bordo dos navios

8

10

33

17

  • - 8º Colóquio – Combustíveis líquidos de marinha

50

10

  • - 9º Colóquio – descobrimentos marítimos portugueses

78

58

  • - 10º Colóquio – Sobre seguros e avarias marítimas

79

22

  • - 11º Colóquio – Poluição do mar

77

78

79

79

80

80

17

15

10

63

10

62

  • - 12º Colóquio – Tratamento de águas e de combustíveis pelo “DREW AMEROID”

83

89

19

18

  • - 13º Colóquio – Economia de energia

89

90

85

86

87

89

64

63

40

40

58

18

  • - 14º Colóquio – Economia de energia e a manutenção dos hélices dos navios

92

59

  • - Soldadura e corrosão

123

68

  • - Lançamento mundial do novo sistema robotizado de soldadura IRB 1500

126

52

  • - Almoços de confraternização:

 

 

  • - Pousada da Ria de Aveiro em 17/10/1971

6

40

  • - restaurante “O PEIXE” em 17/12/72, dissertou-se sobre “A Direcção por objectivos, nas modernas empresas

7

8

42

35

  • - S. Pedro de Muel em 21/05/73

13

41

  • - 10º Ano de “O PROPULSOR” em 4/12/80

59

16

  • - Restaurante na Aldeia de Santo Antão (Batalha)

81

60

  • - Centro comunitário de Carcavelos

98

46

  • - Quinta dos Moinhos em Alvados, 29/03/87

98

29

  • - 18º Aniversário Convívio Mensal

103

104

37

70

  • - Curso Complementar 1956/1957

38

43

  • - Num Restaurante em Belver

106

70

  • - De convívio no Centro Comunitário de Carcavelos em 15/7/89

93

111

57

68

  • - De convívio na Pousada de S. Jacinto Aveiro em 17/10/71

6

40

  • - De convívio (1º aniversário Despacho Título Engº Maq.)

39

46

  • - Rally Paper

98

63

  • - Almoço convívio do Centro Cultural em 22-8-92

128

8

  • - Almoço mensal de convívio

144

12

  • - Almoço 25º Aniversário 2-5-95

146

15

  • - Passeios:

 

 

  • - A Tróia

76

47

  • - A Batalha

81

60

  • - A Belver e Crato

106

70

  • - A Monsarás

104

71

  • - Ao Castelo de Ourem

92

62

  • - À Barragem de Castelo do Bode

99

64

  • - Às Grutas de Santo António

98

29

  • - Às Instalações REPSINES

82

83

28

57

  • - A Vila Viçosa

116

55

  • - Às Caldas da Rainha e Óbidos

110

45

  • - A Mafra

121

60

  • - Diversos:

 

 

  • - Mensagem do Natal

113

119

18

16

  • - Assalto ao N/M ANGOCHE

114

35

  • - Medalha da Cruz Naval 3ª Classe

115

55

  • - Oferta ao C. C. De um quadro representando o N/M BENGUELA

115

116

55

55

  • - Novo Director de O PROPULSOR

116

55

  • - Substituição do nono colaborador

121

28

  • - NATAL – Poema “Um em cada dia”

53

52

  • - Homenagem a João Neves Dias

20

33

  • - Informação do Grupo de Relações Públicas

6

10

20

8

39

32

33

36

  • - Engenheiro da Mar. Mercante – Director da CASTROL

126

35

  • - Visita ao Porto de Sines

82

28

  • - A fechar

100

136

  • - O Amigo Pachico Tranquilo

114

67

  • - Morreu o historiador Prof. Dr. Luiz Albuquerque

126

68

  • - Engº Jorge Pereira ausentou-se do Centro Cultural, por doença

131

32

  • - Engª Maria Lúcia da Conceição Pacheco Silva – 1ª Maquinista Chefe da Marinha Mercante Portuguesa

139

18

  • - Efeméride – Francisco Ponces
  • - Efeméride – Francisco Martinho

143

143

50

50

  • - Augusto Valente dos Santos

149

54

  • - Natal

155

7

  • - Divulgação “Arte e Cultura”

 

 

  • - Pintura de Carlos J. Brás dos Santos

129

32

  • - Divulgar potencialidades poéticas e artísticas – Cântico de um sonhador

131

26

  • - Incitamos o vosso dinamismo – Portugal flutuante

132

42

  • - Ligações e adesões – Sonho D’Romântico

133

56

  • - Ligações e adesões - Nuvens

135

30

  • - Ligações e adesões – Mundo triste

136

34

  • - Revelação – Segredos do mar

137

36

  • - Aglutinação da dispersão de Amigos – Da janela

138

34

  • - Rotura coesiva – Parado no rio

139

34

  • - “Scatter”; O poder divisor – Poema! Oh Mar

140

34

  • - A fluidez da penetração divisora – Nuvem que voa

141

28

  • - Compromisso desrespeitado – Vida no mar

142

38

  • - Natal - Partida

143

48

  • - A tua colaboração é importante - Aterrem

144

19

  • - “Divagações na arte de olhar”

145

9

  • - Uma ligação com logos Humanos – Ainda sem título

146

16

  • - Paralelismo Rombica – O tempo

147

26

  • - O vazio – “Nossa vida, nossa ruína”

148

12

  • - Realização - Vento

149

24

  • - O substrato e a intenção – destino das flores

150

7

  • - O vazio - Tempestade

151

7

  • - A univocidade atributiva de deveres - Sonho

152

7

  • - A inconsistência separadora - Pressa

153

7

  • - Perdido no momento sentido – Afinal quem somos nós?

156

25

  • - As naturais necessidades evolutivas do propulsor - Confidencia

157

21

  • - Trajectórias limitadas – No mar

160

16

  • - A queda na cidadela – Ser poeta um dia - Partida

164

165

56

58

  • - Natal 98 – O Natal

167

7

  • - O futuro – Tempo – Relógio da vida

168

21

  • - “O passado”

169

22

  • - Inovação

177

41

  • - O contentor do futuro

179

46

  • - Jogos florais:

 

 

  • - 1971

1

2

28

34

  • - Lista de concorrentes premiados

3

46

  • - Distribuição dos prémios a bordo do Paquete Santa Maria

5

41

  • - Poesias premiadas

6

7

35

39

  • - 1974

18

57

  • - Lista dos concorrentes premiados, publicação dos respectivos trabalhos e entrega dos prémios

21

22

23

25

50

39

  • - O PROPULSOR:

 

 

  • - Balanço do 1º ano de publicação

7

5

  • - Efeméride 10º aniversário

54

39

  • - Os Amigos

4

6

8

9

10

11

12

14

16

18

19

20

23

25

26

30

35

36

40

41

42

66

a

99

49

49

43

43

41

41

39

46

44

63

42

49

47

53

52

54

53

48

56

53

53

57

 

63

  • - Lista dos Amigos do Propulsor de 1971 a 1973

130

51

  • - Lista dos Amigos do Propulsor até 1979

131

53

  • - Lista dos Amigos do Propulsor até 1982

132

55

  • - Lista dos Amigos do Propulsor até 1983

133

39

  • - Lista dos Amigos do Propulsor até 1984

134

65

  • - Lista dos Amigos do Propulsor até 1986

135

22

  • - Lista dos Amigos do Propulsor até 1989

140

57

  • - Lista dos Amigos do Propulsor até 1992

141

56

  • - Lista dos Amigos do Propulsor até 1994

143

51

  • - Os Amigos que se retiraram

2

60

90

37

9

28

  • - Um marco histórico

16

47

  • - Pelo mundo

57

50

  • - Amigos do Propulsor em apoio

130

55

  • - Divulgação como forma de colaboração

131

25

  • - Às amizades dedicativa e contríbutiva

135

29

  • - Exiguidade reflexível

136

36

  • - Comportamentos de confronto numa solicitação reciproca

141

55

  • - Imposição de convicção

144

17

  • - Dispersão veicular

145

11

  • - A amizade deferencial

146

56

  • - Mascaração

147

25

  • - Fantasia realista

148

11

  • - Reviver a quadra Natalícia

149

53

  • - 25 anos de vivência

150

8

  • - Impulso Propulsivo

151

8

  • - Poder

153

8

  • - O Homem e o seu projecto sistemático

157

52

  • - A evolução e o transito

158

53

  • - manter cintilante a luz do propulsor

160

161

15

8

  • - Mensagem ao Oficiais e Engenheiros Maquinistas M. M.

162

58

  • - Convite aos colegas

163

4

  • - “O Elo”

168

42

  • - Caros Amigos e Empresários

171

54

  • - Caro colega

172

56

  • - O milénio

173

52

  • - O temor

176

55

  • - Prémios:

 

 

  • - João Neves Dias “Entregue pela primeira vez na abertura solene da Escola Náutica I. D. H. No ano lectivo 1982/1983

71

22

  • - Da Empresa INSULANA DE NAVEGAÇÃO

9

11

12

14

17

36

37

20

42

18

  • - Prémio João Neves Dias

141

55

  • - Prémio Câmara Municipal de Oeiras

155

57

 

 

 

C13 – COMUNICAÇÕES

 

 

  • - Transmissões de dados com cabo óptico

54

50

  • - Via Satélite – antenas para S. E Frequências especiais

52

33

  • - Operações do navio por satélite

31

19

 

 

 

C14 – CONVENÇÕES

 

 

  • - Convenção de OSLO – Incineração no mar pode acabar em 1995

113

62

  • - Regras 13 G dos Anexos da Convenção MARPOL

148

45

 

 

 

C15 – CORRECTOR MARÍTIMO

 

 

  • - Como correr uma maratona sentado à secretária

100

118

 

 

 

C16 – CORROSÃO

 

 

  • - Pela água do mar

55

56

57

58

59

17

19

10

10

10

  • - Aditivo para o combustível destinado a anular a Corrosão nas Válvulas de Evacuação

46

10

  • - Controlo, Ciência e Tecnologia

12

98

21

51

  • - Sistema Inovativo de Corrente Impressa para proteger Estruturas Marítimas

33

46

  • - Rádio Detector e Auto – Radiografia aplicados ao estudo nos Motores Diesel

78

30

  • - Corrosão e Desgaste – Capas de revestimento para protecção fortemente solicitados

75

49

  • - Sistema de linha de fundeio para avaliação em águas profundas

116

24

  • - Princípios de Protecção catódica

116

32

  • - Aço fundido Anti – Corrosivo de Elevada Resistência

61

48

  • - Pintura e sua Evolução

12

15

  • - Tinta branda mantém os tanques de lastro livres de ferrugem

113

54

  • - Tinta protectora preserva componentes de borracha

113

61

  • - Novas tintas anti vegetativas

113

65

  • - Membranas Semi – Permeáveis

96

23

  • - Causas de anomalias na protecção catódica de um tanque petroleiro e respectivas soluções

140

41

  • - Revisão dos critérios de protecção catódica

142

15

  • - Correcção de um malefício

166

35

  • - Corrosão dos tanques por micróbios

177

49

 

 

 

C17 – CURIOSIDADES

 

 

  • - Caçar ideias

44

51

  • - O Paquete Infante D. Henrique

76

55

  • - A origem da palavra MARU

59

42

  • - Vida (para o cérebro)

41

49

  • - A cultura é o que resta

54

58

58

20

  • - Ilha artificial (problemas ambientais)

56

37

  • - Chave Inglesa (90 anos)

68

47

  • - Debitómetro (aplicação em tubos)

72

50

  • - Níveis com termómetros

72

51

  • - A carena e as ciladas do Inglês

136

47

 

 

 

C18 - CONSELHOS

24

53

 

 

 

C19 - CABOS

 

 

  • - Cabo de aço

123

14


SOEMMM - Todos os direitos Reservados.